A quem atinge: tipicamente mulheres acima de 35 anos

A Colangite Biliar Primária (CBP) é uma doença autoimune que afeta, especialmente mulheres com idade superior a 35 anos, na proporção de 10 para cada homem.

Não existe ainda uma explicação científica que justifique porquê a CBP é predominante no sexo feminino. O que se sabe é que as doenças autoimunes são mais frequentes nas mulheres.

Mulher com dor na região do fígado.

Geralmente, a suspeita de colangite biliar surge quando ocorrem alterações no funcionamento do fígado, o que pode ser constatado por dois simples exames de sangue: fosfatase alcalina e a gama glutamil transferase (gama GT). Estes exames mostram se há lesão nos canais biliares; para investigar se há CBP, deve ser pesquisada a presença de anticorpos antimitocôndria (AMA).

Mulheres acima dos 40 anos devem realizar exame de fosfatase alcalina e gama GT para identificar possível patologia.

Se os valores destes exames estiverem elevados, o paciente deve ser encaminhado ao hepatologista imediatamente para avaliar o que está causando as alterações. O especialista poderá exames adicionais de sangue e outros como ultrassom do abdômen, biópsia do fígado ou uma colangiografia, que avalia todo o caminho da bile e permite a identificação de obstruções ou lesões dos canais biliares.